Mania de Comparação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram

Entenda porque isso pode ser um hábito nocivo.

Nossa vida é feita de referências. Cada decisão pode envolver uma comparação, como por exemplo uma entrevista de emprego, onde suas aptidões serão avaliadas e comparadas às de outros candidatos.

O problema está nas comparações que envolvem a identidade, quem somos, o que representamos no mundo.

É possível que para encontrar nossa própria identidade acabemos nos comparando com os outros.

Mas são as comparações negativas é que trazem danos para nosso desenvolvimento pessoal.

Antes de qualquer coisa, a mania de comparação ignora a nossa individualidade.

Somos seres únicos, com experiências e contextos totalmente diferentes.

Ao fazer comparações que nos nivelam por baixo, a gente se coloca em desvantagem de maneira injusta e exagerada.

Aparecem sentimentos prejudiciais para a sua qualidade de vida, sobretudo a inferioridade porque o outro APARENTEMENTE é mais feliz.

Comparar faz você ignorar o valor das suas conquistas ou acentuar as virtudes da sua personalidade de modo desproporcional.

Para se livrar do hábito da mania de comparação é imprescindível olhar mais para si e valorizar cada conquista.

Você precisa de ajuda para aprender a se reconhecer também as suas qualidades?

Entre em contato conosco para mais informações e para agendar uma avaliação de uma especialista em saúde emocional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + onze =