Impacto Psicológico Causado Pela Pandemia do COVID-19. Saiba Se Proteger.

O excesso de informações conflitantes sobre a crise da pandemia causada pelo novo Coronavírus COVID-19 tem provocado um alto impacto na vida social e financeira das pessoas, além de incertezas e medos do que ainda pode está por vir.

Muitas notícias falsas no que diz respeito a propagação, letalidade e prevenção relacionados a pandemia do COVID-19 tem sido veiculadas constantemente e como resultado tem provocado severos danos psicológicos e até mesmo transtornos do humor nas pessoas.

A seguir, mostraremos os impactos causados pela pandemia do COVID-19 e a maneira de como proceder nos momentos críticos da quarentena.

 

O início da Pandemia do COVID-19

Em dezembro de 2019, a China veio alertar a OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre os vários casos diagnosticados de “Gripe” causadora da “síndrome respiratória aguda grave” originados na cidade de Wuhan.

Como medida de precaução, os pacientes foram colocados em quarentena e as autoridades de saúde iniciaram os trabalhos para descobrir a fonte da gripe.

Já em janeiro de 2020, foi identificado um tipo de vírus antes designado de 2019-nCoV e posteriormente batizado pela OMS de Novo Coronavírus COVID-19.

Ainda no mês de Janeiro de 2020, infelizmente a primeira morte causada pelo vírus foi reportada pelo governo chinês e desde então, o número de mortes começou a subir constantemente.

 

Propagação do novo Coronavírus COVID-19

De modo curioso, na mesma linha da China, a Itália foi atingida pelo COVID-19, onde em apenas quatro dias noticiou 11 mortes no país.

Depois disso, o numero de casos tem aumentando de forma significativa e constante no decorrer dos dias.

Essa  propagação desenfreada, provocou a superlotação do sistema de saúde italiano e consequentemente obrigou o governo a tomar medidas rigorosas como forma de diminuir a curva de contaminação e por consequência as mortes causadas pelo vírus.

Mas as medidas foram consideradas tardias, pois o fato de 80% dos contaminados pelo novo Coronavírus COVID-19 serem assintomáticos ou não precisarem de atendimento médico tornou inviável o diagnóstico de todos infectados. 

Declaração de Pandemia do COVID-19

Posteriormente, prevendo ter o mesmo problema da Italia, várias cidades do mundo deram início a quarentena como forma de contenção e diminuição da curva de contagio do vírus.

Medidas rigorosas começaram a ser tomadas por todos os países como por exemplo: 

  • eventos cancelados;
  • voos e transportes suspensos;
  • empresas e estabelecimentos comerciais de produtos e serviços não essenciais fechados;
  • cancelamento de eventos esportivos;
  • criação de leitos especializados para apoio aos casos críticos;

Além disso, em março de 2020, a OMS decide declarar a Pandemia do COVID-19 ao constatar que a doença se propagou em diversos continentes e que a transmissão ocorre de forma sustentada entre as pessoas.

 

 

Efeitos Psicológicos Causados Pela Pandemia do COVID-19

Sabemos que nosso cérebro está programado para agir automaticamente quando passamos por algumas situações estressantes ou de grande insegurança, ou seja, o lado racional não consegue agir pela emoção fazendo com que vivenciemos sentimentos de pânico e como resultado acabamos agindo de forma irracional.

Este evento é chamado de instinto de sobrevivência, onde quando aguçado, pode provocar algumas reações, como por exemplo, lutar, paralisar, esquivar, entre outros. 

Em outras palavras, assa ação nada mais é do que o instinto natural de autopreservação da nossa espécie e em alguns casos pode se tornar em um fator positivo, pois nos mantem alertas em situações de perigo.

Por outro lado, esses instintos podem ser prejudiciais pois por serem considerados primitivos, podem ser ativados em qualquer instante em que vivenciamos uma situação de crise.

Portanto, é fundamental estarmos atentos ao nosso emocional para não causarmos mais danos a nossa saúde mental e nem as pessoas próximas ao nosso convívio.

 

Ações Irracionais Causadas Pela Pandemia do COVID-19

Um exemplo de reação irracional ocorreu na Ucrânia, onde um veículo com pessoas suspeitas de estarem contaminadas pelo novo Coronavírus COVID-19 foi apedrejado por pessoas que passavam pela rua. 

Tal atitude é o resultado causado pelas veiculações intensas de notícias conflitantes sobre a propagação do vírus e consequentemente causador do pânico.

Na mesma linha, há muitos relatos da discriminação de pessoas chinesas ou descendentes de chineses que passaram a sofrer pelo mundo todo, os colocando erroneamente como responsáveis pela crise causada pela Pandemia do COVID-19.

Além disso, o pânico se instalou nas pessoas e fez com que num momento de ação irracional, saíssem em desespero comprando  máscaras,  álcool em gel, materiais básicos de higiene e alimentos em grandes quantidades.

Certamente, essa reação irracional fez com que se provocasse um aumento considerável dos valores dos produtos no mercado e por diversas vezes ficassem em falta nas prateleiras, prejudicando uma  grande parte da população.

 

Lidando Com a Crise e Cuidando da Saúde Psicológica

Mesmo em momentos de crise, o ser humano é capaz de responder de forma adaptada e empática aos problemas sociais. 

Portanto, precisamos valorizar quaisquer sentimentos de desconforto, medo, ansiedade, entre outros que estejam relacionado a crise da Pandemia do COVID-19 e procurar o alívio imediato através do auto-controle ou até mesmo com o auxílio de um profissional.

O mais importante é ter esperança e calma, mesmo com o bombardeio de notícias conflitantes sobre o novo Coronavírus COVID-19,  pois certamente criar o pânico, tornará o enfrentamento ao isolamento ainda mais complicado. 

Além disso, em qualquer instante não podemos descartar a possibilidade de ter que lidar com a medida de isolamento total, como por exemplo é o que ocorre nos casos de suspeitas da contaminação do vírus COVID-19.

Também não devemos nos afastar de todos se isolando por completo, pois existem meios como redes sociais e aplicativos de mensagens e vídeo conferência que permitem a interação e divulgação de informações úteis a amigos e familiares, e que acima de tudo agem no auxílio do combate a ansiedade. 

Por outro lado, devemos ter o máximo de cuidado na divulgação de notícias, pois podemos acabar transmitindo mensagens falsas e com isso ampliar o sentimento de ansiedade e pânico em quem nós amamos.

Para as Crianças

Em relação as crianças, por natureza são muito curiosas e estão sempre atentas ao que acontece a sua volta, ou seja, é importante não esconder tais informações e acolhê-las com todo o respeito que merecem e sempre buscar não apavorá-las.

O mais importante é abordar os assuntos de uma forma lúdica e explicada com termos de acordo com a sua idade, pois isso trará uma melhor compreensão e aceitação dos fatos.

 

Impacto Psicológico da Quarentena Causada Pela Pandemia do COVID-19

Em primeiro lugar, é fundamental saber que a quarentena trata-se de uma etapa de isolamento em que as pessoas ficam restritas no caso de exposição a qualquer doença contagiosa e consequentemente tem a finalidade de evitar o risco de transmissão para outras pessoas.

Atualmente no caso da Pandemia do COVID-19 foi constatado o aumento dos transtornos do humor, dentre eles os que mais se destacam são: a ansiedade generalizadaestresse pós-traumático, raiva e confusão mental

Como resultado, esses distúrbios estão provocando um prejuízo significante a saúde mental e provocando conflitos tanto pessoais quanto nas relações familiares na população.

Alem disso, os motivos que causam mais estresse é a incerteza do tempo de isolamento, sentimento comparado ao de quando estamos em um hospital e aguardamos ansiosamente o período de alta hospitalar.

São exemplos de sintomas associados ao isolamento:

  • Frustração
  • Tédio
  • Suprimentos ou informações inadequadas
  • Prejuízos financeiros
  • Estigma da doença

Em conclusão, é importante frisar que apesar dos pesares, a quarentena significa um novo ritmo na vida do indivíduo, uma oportunidade de desacelerar das obrigações rotineiras e descobrir momentos e atividades esquecidos ou nunca antes vivenciados, tanto sozinho quanto em grupo.

 

O Atendimento Psicológico na Pandemia do COVID-19

Em países mais desenvolvidos como a China e Estados Unidos por exemplo, clínicas e universidades abriram plataformas online para oferecer aconselhamento psicológico a pacientes afetados pela epidemia.

Hoje, com a pandemia do COVID-19, a possibilidade do Atendimento Psicológico Online é um ótimo instrumento no qual permite acima de tudo, o acolhimento e cuidado da saúde mental do paciente,   além de não provocar a exposição ao risco de contagio do vírus .

Alem disso, para a realização do atendimento Online não há complicação alguma. É necessário somente um local adequado onde se possa proporcionar a confidencialidade da conversa e um equipamento para a realização da vídeo chamada. 

Acima de tudo, o mais importante é ressaltar que as sessões são sigilosas e os aplicativos utilizados são criptografados a fim de impossibilitar vazamentos.

Em suma, vale lembrar que esse momento é uma excelente oportunidade para cuidar do bem-estar e priorizar a saúde mental e física, fato esquecido em momentos em que estamos centrados em compromissos sociais e profissionais.

Se você gostou desse artigo, e tem mais alguma dúvida sobre o tema. Entre em contato para maiores informações.nos

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 + 2 =