Entenda o Comportamento Infantilizado do seu Filho

A superproteção pode atrapalhar o processo de desenvolvimento do seu filho

Proteger as pessoas que amamos é essencial, mas a proteção aos filhos deve ser diminuída à medida que as crianças crescem.

Hoje vemos pais “superprotetores” que acabam adiando todo o processo de desenvolvimento dos filhos, pelo simples fato de mantê-los embaixo de suas asas.

Tal atitude, ao invés de fazer com que os filhos tenham responsabilidade e autonomia, faz com que eles esperem que outros resolvam seus conflitos.

A superproteção tem total influência na formação da personalidade e na preparação para assumir as responsabilidades da criança.

As crianças devem aprender a enfrentar as consequências desde a vida infantil para que não se tornem crianças ou adolescentes infantilizadas e dependentes.

É necessário que os pais deleguem responsabilidades de acordo com a faixa etária, como exemplos:

  • Ensinar a criança a guardar o seus brinquedos para que desenvolva o senso de ordem e organização.
  • Ensinar a criança a resolver seus conflitos na escola, desde que não graves, ao invés de intervir junto à professora com intuito de resolver pelo filho.

Portanto para que os filhos desenvolvam a maturidade dentro da normalidade, é recomendado que aprendam desde cedo a lidar com situações de frustração.

A infantilização está associada à superproteção na maioria dos casos, mas ainda assim é necessário uma avaliação de um psicólogo ou psicopedagogo para que seja dado um diagnóstico mais detalhado de cada caso.

Para saber mais sobre o tema, entre em contato conosco.

KPsicologia

KPsicologia

Atendimento Psicológico e Psicopedagógico
Infantil, Adolescente e Adulto.

Agende uma consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 3 =